30 de janeiro de 2013

COMO COBRAR - MÃO DE OBRA ELETRICISTA

TABELA MÃO DE OBRA ELETRICISTA - VALOR POR PONTO

Instalações residenciais






No ramo da eletricidade há diversas modalidades de trabalho nas quais um profissional pode se especializar.

Há profissionais especializados em instalações residenciais, instalações comerciais, instalações industriais, automóveis, alta-tensão, geração de energia, montadores de painéis, para áreas classificadas, cabistas,... e por ai vai.

Além das varias especialidades, há determinados graus de dificuldade e tipos de instalação.


Temos também itens diferenciados como infra estrutura e a classificação dos dispositivos e equipamentos.


Alguns colegas de profissão me perguntam como proceder na cobrança de trabalhos diversos.

Falando de reformas residenciais, podemos estabelecer alguns critérios para o cálculo de uma reforma completa.

A gama de atividades relacionadas á eletricidade não permite que haja uma tabela padrão para tudo.
Costumo no entanto utilizar uma tabela que criei a partir de alguns dos principais itens para uma instalação residencial.

Os valores de cada ponto já contemplam o equivalente para montagem do quadro de disjuntores e toda fiação.

IMPORTANTE, o que não faz parte desse orçamento é a entrada de energia (casas), e a prumada de entrega do condomínio (no caso de apartamentos). Serve apenas para instalação interna.
É imprescindível que o cliente saiba pelo que esta pagando e dessa forma o profissional também se resguarda de um desconforto posterior.



A partir dai, devemos usar o bom senso e analisar a dificuldade técnica, fatores que dificultem ou facilitem a execução dos trabalhos, o tipo de instalação (simples ou extra) e o tipo de dispositivos e luminárias a serem instaladas.

Certamente o valor para instalar um spot não é o mesmo para um lustre, e o valor da luminária é sim um fator relevante na hora de cobrar pois a responsabilidade inerente é consequência desse custo.


Basta criarmos uma planilha simples listando os cômodos da casa em função de seus dispositivos e componentes (interruptores, tomadas, chuveiro), essa mesma lista também pode servir de modelo para quantificar os módulos de tomadas e interruptores quando for o caso.

Exemplo:

SETOR
IUG
IUE
TUG
TUG
TUG
CUE
Int. Simples
Int. Paralelo
Tomada 10A
Tomada 20A
Antena / TEL
Chuveiro
Sala
Cozinha
Quarto 1
Quarto 2
Lavanderia
Banheiro
TOTAL (Quant. X Valor) (Quant. X Valor) (Quant. X Valor) (Quant. X Valor)(Quant. X Valor)(Quant. X Valor)

De posse dos dados para nossa tabela basta aplicar os valores que temos a seguir.
Dessa forma chegamos numa base de cálculo para o valor final do orçamento ponderando os itens de variação como citado anteriormente.

O bom senso sempre prevalece.

No mínimo, a remuneração deve cobrir as custas e as horas dispensadas na sua execução dos trabalhos.
No máximo, além dos custos diretos e indiretos com mão de obra e despesas, um pro-labore justo e compatível com os trabalhos e nível técnico da obra.

O que é justo, o é para ambos.

TABELA MÃO DE OBRA ELETRICISTA
SIGLA
DESCRIÇÃO
VALOR
IUG
Iluminação de Uso Geral
R$ 70,00
TUG
Tomadas de Uso Geral
R$ 50,00
CUE
Circuito Uso Específico R$ 120,00
IUE
Iluminação de Uso Especial R$ 100,00
TUE
Tomadas de Uso Especial R$ 100,00

É evidente que todo orçamento feito a partir de dados superficiais corre o risco de apresentar discrepâncias em relação á visita no local. Mas como citado, nossa tabela serve apenas de base para avaliarmos a instalação.

Espero ter ajudado.
Aguardo contato e comentários.

On-line

Utilizadores Online