ILUMINAÇÃO EM GESSO

VALORES ESPECIAIS PARA EMPRESAS - Preparação de iluminação para receber forro de gesso e sanca:
R$ 20,00 por ponto ( adequação fiação ) R$ 20, 00 por ponto ( instalação de acessórios)

4 de novembro de 2012

MATERIAL ELÉTRICO

Olá pessoal, desculpem a demora.

Para continuar nossa verificação das etapas referentes á obra, usarei informações de dois trabalhos realizados recentemente em Porto Alegre sendo duas academias uma de 420m2 distribuidas em 3 andares e outra de 1.000m2 distribuidas em 2 andares.

A primeira tarefa a realizar é a análise do projeto e a visita do local. A partir dai é possível elaborar o quantitativo de materiais e deliberar sobre os detalhes que vão surgindo ao longo do desenvolvimento.

As etapas de levantamento de materiais devem ocorrer antes do inicio dos trabalhos com a equipe completa.

De posse dos desenhos de arquitetura e de elétrica é possível começar a planilha de materiais elétricos elaborando a descrição dos principais itens da instalação como: perfilados , eletrocalha , eletroduto galvanizado , derivações diversas , painéis elétricos , infra estrutura para fibra ótica , e por ai vai.

As obras comerciais se diferenciam das residenciais em alguns aspectos, os principais a meu ver são o tipo de materiais utilizados e as características técnicas para interpretação e execução dos trabalhos.

Dessa forma é natural a necessidade de que os profissionais envolvidos sejam mais qualificados e concisos nas suas tarefas.

Sabemos intuitivamente que, com o maior grau de dificuldade técnica há a utilização de mão de obra mais qualificada e consequentemente um aumento no custo em relação ás obras residenciais. São áreas de atuação distintas assim como os trabalhos com automação e alta tensão.


O técnico responsável pela distribuição dos trabalhos para o eletricista e seus ajudantes deve especificar tarefas a serem cumpridas de acordo com a capacidade de cada dupla observando o desempenho dos mesmos no decorrer da obra fazendo as adequações necessárias.

Um fator determinante para o andamento dos trabalhos é contar com uma equipe qualificada e de confiança nos vários aspectos que envolvem os profissionais de uma obra, principalmente assiduidade , comunicação e comportamento.

Nesse tipo de obra as jornadas chegam a 10 ou 12 horas de trabalho num ritmo intenso e cadenciado. Há outras equipes que dependem da finalização de nossas etapas e empurram o cronograma da obra, isso muitas vezes gera conflitos que não devem ser sentidos pelos profissionais sendo antes discutidos e analisados com os responsáveis de cada setor.

Em se tratando de obras dinâmicas é comum haver divergência por exemplo nas informações sobre o sistema de ar condicionado, instalações hidráulica e infra estrutura de elétrica e dados. Em alguns casos o espaço físico é bastante concorrido.

Mas, voltando para nosso projeto.
Junto com o desenho de arquitetura são fornecidos os layout de iluminação e tomadas, assim como os respectivos projetos, juntamente com o dos quadros de disjuntores e painéis necessários para a instalação ( QGBT e QDF ).

A logística dos materiais devem ser consideradas como um fator de risco para execução dos trabalhos, por isso é imprescindível a precisão dos dados e quantidades de materiais observando as características regionais dos fabricantes e fornecedores, visto que por exemplo, um condulet assim conhecido na região de São Paulo é chamado de petrolet em Porto Alegre.

Parece besteira mas o material não chega devido a divergência na especificação isso quando não vem errado.

As tarefas de elaboração da lista de materiais, quando não vem especificadas, e de interpretação e verificação do projeto são realizadas por um técnico. Tais tarefas assim como a maioria delas são realizadas por profissionais contratados por dia, sendo que para o técnico eletricista sua diária aproximada é de R$250,00 além das custas de transporte e refeição diárias.

On-line

Utilizadores Online